Volume “Portugal e(m) nós”, coordenado por Roberto Samartim e Carlos Pazos Justo, foi apresentado em Braga (15.07.2020)

Decorreu, no dia 15 de julho de 2020, na Livraria Centésima Página de Braga, a sessão de apresentação do livro Portugal e(m) nós. Contributos para a compreensão do relacionamento cultural galego-português, organizado por Roberto Samartim (UdC) e Carlos Pazos Justo (Galabra – UMinho) e editado em 2019.

 

A sessão contou com apresentação do Professor José Gabriel Andrade, do Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho, com o acompanhamento musical do Grupo Canto d’aqui e uma breve evocação de Rosalia de Castro em memória dos 135 anos do seu passamento.
A atividade foi coorganizada pelo Centro de Estudos Galegos da UMinho e a Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva e realizada no quadro das atividades programadas para a Feira do Livro de Braga de 2020.

Através dos contributos que integram este livro é possível, por um lado, identificar os agentes empenhados na construção identitária da comunidade galega (em relação dialéctica, aliás, com outros grupos com programas diferentes ou até antagónicos) e envolvidos no relacionamento galego-português entre os séculos XVIII e XXI; por outro lado, também permite aproximar-se dos programas propostos, dos objetivos procurados e das funcionalidades atribuídas por esses agentes ao relacionamento destas duas comunidades peninsulares com alegados vínculos geo-humanos, históricos, étnicos, culturais ou linguísticos.
Prestando especial destaque àqueles momentos e estados de campo considerados estratégicos para entendermos os modos e a função atribuída ao relacionamento galego-português, o livro permite ver como Portugal (a sua mera existência como comunidade geo-humana) e as elites culturais, intelectuais ou políticas lusas contribuem para o reforço dos programas ideológicos e para as ações do galeguismo historicamente considerado.

Carlos Pazos-Justo e Roberto Samartim (org.) Portugal e(m) nós. Contributos para a compreensão do relacionamento cultural galego-português. Braga: Húmus / CEHUM – GET, 2019.

Introdução “Portugal como trave do galeguismo?” de Samartim e Pazos-Justo

Índice e introdução de Portugal e(m) nós