Inês Americano Lopes defende Dissertação de Mestrado sobre o Caminho Português da Costa na Universidade do Minho (03.11.2020)

No dia 3 de novembro de 2020, Inês Americano Lopes, integrante do grupo Galabra – UMinho, defendeu a Dissertação de Mestrado intitulada Análise e identificação dos discursos, práticas patrimoniais e stakeholders no Caminho Português da Costa para Santiago de Compostela.

Caminho Português da Costa

A dissertação foi elaborada no âmbito do Mestrado em Património Cultural do Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho, sob orientação do Prof. Carlos Pazos-Justo (Galabra-UMinho) e do Prof. José Manuel Cordeiro (ICS/UMinho).

Capa da Dissertação de Mestrado de Inês Americano Lopes (2020)

 

Neste trabalho, Inês Americano identificou e analisou os stakeholders, interesses e discursos em torno do Caminho Português da Costa para Santiago de Compostela, em Portugal, entre os anos 2010 e 2019.

Recorrendo a uma metodologia mista, que combina abordagens qualitativas e quantitativas, foram identificados 22 stakeholders distintos, que pertencem maioritariamente ao domínio cultural, têm dimensão local e estão ligados ao setor público. Mesmo assim, deteta-se que têm realizado, durante o período analisado, atividades e serviços no âmbito turístico.

Os resultados do trabalho apontam para um desenvolvimento do Caminho Português da Costa ancorado essencialmente em objetivos turísticos.

Apresentação pública virtual da Dissertação de Inês Americano Lopes

As provas tiveram lugar no dia 3 de novembro, presididas pela Profa. Paula Bessa (ICS/UMinho), com a arguição do Prof. Xerardo Pereiro (CETRAD/UTAD) e com participação do Prof. Carlos Pazos-Justo.