Elias Torres Feijó participa no “VIII Congreso Universidad y Cooperación al Desarrollo” (27-29.11.2019)

Entre os dias 27 e 29 de novembro de 2019 aconteceu em Santiago de Compostela o VIII Congreso Universidad y Cooperación al Desarrollo, que se desenvolveu na Faculdade de Geografia e História,  sob o lema “Conhecimento e compromisso social perante os desafios globais”.
Realizado a cada dous anos, trata-se de um ponto de encontro do trabalho que realizam as universidades no âmbito da cooperação internacional, que a USC considera “oportunidade para reforçar o compromisso tanto com a chamada terceira missão da universidade como com a justiça social”.
Elias Torres Feijó, do grupo Galabra da USC, participou neste encontro, apresentando, no dia 28 e dentro da seção “Território, desenvolvimento rural, cidades e governança”, a comunicação “O Compromisso Social Investigador como orientador da investigação no Grupo Galabra: linhas fundamentais”.
Resumo:
“Propõe-se o conceito de Compromisso Social Investigador (Torres Feijó, 2015: “Tourism and local community: unperceived and imperceptible risks and socially responsible research (SRR). First stages to work SRR with traders. VI International Critical Tourism Studies Conference). O compromisso de partilhar resultados da investigação e explicação dos processos com setores sociais da pesquisa e / ou potencialmente interessados nos resultados ou afetados por eles. CSI é o compromisso dumha organização dedicada à investigação adquirido em relação a esses setores. Implica criação de espaços conjuntos de análise de resultados e a necessidade de grupos e equipas se dotarem de elementos éticos que definam e delimitem a sua atuação profissional; por exemplo, como serviço público, uso dos recursos públicos, qualidade e condições de vida das pessoas, sustentabilidade e extensão do bem-estar e como eventual promotor de empregos.
O CSI é um processo permanente, com diferentes graus, fases e interlocutores. Acreditamos que, ao lado do ensino, da pesquisa, da promoção da iniciativa empresarial ou do auto-emprego de estudantes ou pesquisadores, o CSI (e a Responsabilidade Social no processo de Ensino-Aprendizagem), deve ser uma das missões fundamentais do ensino superior, pola própria natureza do significado da pesquisa (conhecer para melhorar a vida das pessoas), por, em muitos casos, trabalhar com recursos públicos e por poder oferecer alternativas de atividade social e / ou profissional que não dependem de possíveis interesses que atuem contra os princípios acima mencionados.
Colocam-se exemplos da atividade da Rede Galabra, vinculados ao projeto expositivo A Cidade, o Camiño e Nós (na relação com agentes e setores sociais da cidade e concelho de Santiago de Compostela – https://redegalabra.org/exposicion-a-cidade-o-camino-e-nos/), exemplos de ApS na esfera docente/investigadora e a cooperação aberta com a Universidade Lúrio, de Moçambique e no desenvolvimento de projetos conjuntos de pesquisa e aplicação de resultados”.
Palavras-chave: Compromisso Social Investigador; Caminho [de Santiago]; comunidade local; Moçambique.
Página do congresso: https://cud2019.gal/