Dissertação de Mestrado de Deolinda Gonçalves de Freitas “Impactos do Caminho de Santiago em Chaves. Perspetiva cultural” (UMinho, 18.01.2019)

Provas públicas de apresentação e defesa da dissertação de Deolinda Gonçalves de Freitas (18.01.2019).

 

No Auditório do Instituto de Letras e Ciências Humanas da Universidade do Minho, em Braga, tiveram lugar, a 18 de janeiro de 2019, as provas públicas de apresentação e defesa da dissertação de  Deolinda Gonçalves de Freitas, membro do grupo Galabra – UMinho, sob o tema Impactos do Caminho de Santiago em Chaves. Perspetiva cultural”.

O trabalho, desenvolvido no âmbito do Mestrado de Português Língua Não Materna da Universidade do Minho, foi orientado por Carlos Pazos-Justo (UMinho) e Roberto Samartim (UdC) e arguido pela Profª. Emília Rodrigues Araújo e o Prof. Álvaro Iriarte sob a Presidência da Profª. Micaela Ramón.

Com resultado feliz, este é o primeiro trabalho académico – de muitos a vir – do grupo Galabra – UMinho.