Âmbitos de investigação

O trabalho da Rede Galabra apresenta diversas dimensões, em função dos interesses investigadores que define e da oportunidade dessas pesquisas em função da formação e competência das pessoas membros.

No momento, centram a sua atenção projetos de pesquisa básica financiados por entidades públicas, no âmbito da Ilustração galega e portuguesa (um período controverso da história política e cultural, particularmente na Galiza, fundamental para entender os seus usos e perspetivas na história e na contemporaneidade) e no da fabricação de ideias culturais no período 1968-78 (período crucial para o conhecimento da realidade social galega atual).

Em pesquisa básica e aplicada, prepara um projeto sobre as imagens da Galiza e de Santiago de Compostela através do fenómeno do Caminho de Santiago e a eventual derivação planificadora, em boa medida continuação da encomenda de análise feita polo Governo galego em 2008 (Projeto TUI). Igualmente, trabalha na aplicação e o desenvolvimento de instrumentos metodológicos para a análise da literatura e da cultura.

Projetos

A Rede de Investigação Galabra está a desenvolver atualmente os seguintes projetos de pesquisa:

Outras linhas de investigação

Mais além dos próprios projetos, no seio de Galabra existem outras linhas de pesquisa:

  • Sistemas literários africanos de língua portuguesa
  • Sistema literário brasileiro e internacionalização de mercados
  • Trajetórias de agentes: Ernesto Guerra da Cal, Alfredo Guisado, Camilo Castelo Branco, Teresa de Mello Breyner, Leonor de Noronha, ...
  • Relações Galiza-lusofonia
Metodologia

A Rede Galabra aplica procedimentos metodológicos de caráter quantitativo e qualitativo em trabalho de campo e de corpus, sobre a base das teorias sistémicas, de campo, de análise de redes e empíricas, com desenvolvimento próprio e adaptado às diferentes realidades do âmbito de pesquisa do grupo.